Saúde & Qualidade de Vida

5 motivos para cortar o açúcar da alimentação dos bebês

Compartilhe

cortar o açúcar da alimentação dos bebês - 5 motivos para cortar o açúcar da alimentação dos bebês

5 motivos para cortar o açúcar da alimentação dos bebês

 

Dar um pedaço daquele doce tão gostoso, para o bebê experimentar, é muito tentador, principalmente quando ele olha com aquela carinha, demonstrando tanta vontade.

Tentador, porém, muito errado. É recomendação oficial do Ministério da Saúde que não se deve oferecer açúcar para crianças menores de dois anos. Ou seja, todo alimento que contém açúcar deve ser restrito aos bebês.

Ao longo desse artigo explicaremos porquê você deve cortar o açúcar da alimentação dos bebês.

Ouvir uma recomendação como essa, pode soar muito radical e rigoroso, e até mesmo uma frescura. Isso porque muitas pessoas de nossa geração, foram criadas ouvindo o contrário. Antigamente não existia todo o conhecimento que temos hoje.

Mudar hábitos alimentares pode ser muito difícil, porém é muito importante ter a mente aberta, principalmente quando se trata da saúde dos bebês.

Para ajudar você nessa missão, selecionamentos os principais motivos pelos quais, os menores de dois anos não devem consumir açúcar você deve cortar o açúcar da alimentação dos bebês.

 

  • Possui caloria vazia

O açúcar é um alimento rico em “caloria vazia”, ou seja, possui grande quantidade de calorias, porém pouco ou nenhum nutriente. Dessa forma, o açúcar apenas aumenta o estoque de energia do bebê e é armazenado em forma de gordura, favorecendo o sobrepeso.

 

  • É viciante

O consumo de açúcar, logo nos primeiros anos, pode viciar as papilas gustativas do bebê. Assim a criança passará a preferir doces e a rejeitar outros alimentos. Outro fator é que o açúcar ativa alguns neurotransmissores causando sensação de bem-estar, contribuindo ainda mais para o vício.

 

  • Prejudica a rotina alimentar

Quando a criança ingere açúcar, seu organismo fica com muita energia. Isso prejudica seu apetite, visto que sentimos fome quando nosso corpo precisa de energia. Assim, o bebê não sentirá fome nos momentos certos, o que trará complicações ao tentar estabelecer uma rotina alimentar com refeições saudáveis.

 

  • Dificulta a criação de hábitos alimentares saudáveis

Os hábitos alimentares são formados principalmente na infância. Desse modo, promover uma alimentação saudável é responsabilidade total dos pais, para que futuramente a criança não tenha problemas. Apesar de ser possível mudar hábitos alimentares, é muito mais difícil na fase adulta.

 

  • Aumenta a probabilidade de doenças

O açúcar pode prejudicar a absorção de alimentos saudáveis pelo organismo, provocando diversos problemas à saúde. Como o organismo ainda está sendo formado, a criança não é capaz sequer de metabolizar o açúcar, o que o transforma em gordura. Além da obesidade, o açúcar contribui para o surgimento da hipertensão, diabetes e problemas hepáticos.

 

Cortar o açúcar da alimentação dos bebês não é uma tarefa fácil! Porém precisamos ser conscientes da responsabilidade que temos sobre eles. Quem sabe os motivos que citamos acima também incentivam você e toda a família a reduzir o consumo do açúcar?! Afinal, cuidar da alimentação é essencial em todas as idades.

10 razões para amamentar o seu bebê.

SQUAD Magazine
contato@squadmag.com.br
Somos um canal de conteúdo, que tem por objetivo reunir gente bacana, antenada e com sede de informação inteligente, rápida e de qualidade. Moda, lifestyle, gastronomia, saúde, viagens, vinhos, qualidade de vida e muitos outros assuntos vão estar por aqui.
Deixe seu comentário
Comente via facebook
Voltar ao topo