Saúde & Qualidade de Vida

Entenda as cólicas do bebê e saiba com aliviá-las

Compartilhe

cólicas do bebê

Entenda as cólicas do bebê e saiba com aliviá-las

 

O choro de cólica é fácil de identificar, ele geralmente acompanha a aparência de dor e desconforto de bebê. Essa situação causa desespero na maioria dos pais, mas não é algo para se preocupar, pois as cólicas (contrações da musculatura abdominal) são naturais.

As cólicas são frequentes nos primeiros três meses de vida, visto que a flora intestinal do bebê ainda não está formada e ainda está se adaptando a digestão do leite. Esta adaptação é necessária para que o corpo da criança se acostume com o volume do alimento e também com os gases.

Para lhe ajudar, esclareceremos neste artigo algumas dúvidas que costumam surgir relacionadas às cólicas do bebê.

 

Quanto tempo duram as cólicas? 

O mal-estar persiste em média durante os três primeiros meses, tempo que o organismo leva para começar a ter uma digestão eficiente. No quarto mês de vida do bebê, a flora intestinal já deve estar formada e o cérebro e o intestino provavelmente já funcionarão melhor. Nesse momento, as cólicas deixam de acontecer. Contudo, caso elas ocorram por muito mais tempo, é ideal buscar orientação médica.

 

Com identificar uma cólica?

Reconheça os principais sinais:

  • Choro ininterrupto
  • Contorção e flexão das perninhas – em direção ao abdómen
  • Barriga endurecida
  • Flatulência
  • Rosto avermelhado
  • Mãos e punhos fechados
  • Expressão facial de dor e sofrimento

 

Como aliviar as cólicas?

  • Deite-o de bruços e embale-o nos braços
  • Coloque um pano aquecido na barriguinha do bebê
  • Fique com a criança em um ambiente confortável, com pouca luz e uma música relaxante
  • Evite amamenta-lo, pois, a sucção estimula as contrações intestinais, o que pode piorar as dores
  • Faça massagens circulares em sentido horário no abdômen e ao redor do umbigo

 

Existe remédio para a cólica?

Somente utilize produtos para aliviar o desconforto caso indicados pelo pediatra do bebê. Os probióticos, à base de lactobacilos, são uma boa opção. Eles costumam reduzir a dor por contribuírem com a formação da flora intestinal. Medicamentos como antiespasmódicos, também podem ajudar. Mas, atenção: apenas faça o uso de medicamentos sob orientação médica.

 

Esse artigo lhe ajudou a sanar suas dúvidas sobre as cólicas do bebê? Fique atenta às próximas postagens, pois sempre teremos dicas exclusivas para você e seu filho.

Congelamento de células-tronco do cordão umbilical – como funciona?

SQUAD Magazine
contato@squadmag.com.br
Somos um canal de conteúdo, que tem por objetivo reunir gente bacana, antenada e com sede de informação inteligente, rápida e de qualidade. Moda, lifestyle, gastronomia, saúde, viagens, vinhos, qualidade de vida e muitos outros assuntos vão estar por aqui.
Deixe seu comentário
Comente via facebook
Voltar ao topo