Atualidade Entretenimento

Harvey Weisntein é banido do sindicato de produtores para sempre

Após votação unânime da diretoria, produtor de Hollywood anunciou saída permanente da instituição americana
Compartilhe

O ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein foi banido permanentemente do sindicato de produtores cinematográficos dos Estados Unidos (o PGA) nesta última segunda-feira (30), após ser denunciado por casos de assédio sexual. A instituição já tinha iniciado o processo de expulsão na última semana, mas o próprio produtor anunciou a sua saída. Depois disso, o PGA declarou, através de um comunicado, que o Weinstein está banido da instituição pelo resto da vida.

A diretoria do sindicato no último dia (16/10) votou de maneira unânime pela explusão do produtor devido ao escândalo sobre abuso sexual que o produtor fazia com as atrizes. Ainda de acordo com o regimento interno, Weinstein chegou a ter um prazo de 15 dias para ser notificado sobre a decisão e teria a chance de recorrer, mas o produtor, no entanto, anunciou que renunciava ao posto na última segunda-feira.

O sindicato em nota se pronunciou dizendo que “Essa medida sem precedentes é um reflexo da seriedade com que o sindicato considera o número de acusações de conduta condenável contra Weisntein ao longo das décadas. Assédio sexual não pode ser mais tolerado na nossa industria ou dentro das classes dos produtores filiados”.

 

Rafael Barbosa
rafaelsilvabarbosabrbs73@gmail.com
Deixe seu comentário
Comente via facebook
Voltar ao topo